Inadimplência no Acre

Em setembro de 2017, o número de dívidas em atraso de moradores do Acre cresceu 0,22%, em relação a
setembro de 2016. O dado ficou acima da média da região Norte (-2,59%) e acima da média nacional (-5,06%).
Como em setembro de 2016 a variação no estado foi de 5,96%, houve desaceleração anual do indicador no
Acre.
Na passagem de agosto para setembro o número de dívidas do Acre cresceu 1,39%. Na região Norte, a
variação foi de -0,62%.

O setor com alta anual mais expressiva do número de dívidas em setembro no estado do Acre foi Água e Luz
(17,80%).

O número de inadimplentes do Acre cresceu 1,55% em setembro de 2017, em relação a setembro de 2016. O
dado ficou acima da média da região Norte (-1,78%) e acima da média nacional (-0,89%). Como em setembro
de 2016 a variação no estado foi de 4,87%, houve desaceleração anual do indicador no Acre.
Na passagem de agosto para setembro o número de devedores do Acre cresceu 1,61%. Na região Norte, a
variação foi de -0,34%.

A abertura por faixa etária do devedor mostra que o número de devedores com alta anual mais expressiva no
estado em setembro foi o da faixa de 85 a 94 anos (15,53%).

Em setembro de 2017, cada consumidor inadimplente no Acre tinha em média 1,975 dívidas em atraso. O
número ficou abaixo da média da região Norte (1,987) e acima da média nacional registrada no mês (1,965
dívidas). Esta média está abaixo das 1,980 dívidas verificadas no estado em agosto.

 

Fonte: http://www.spcbrasil.org.br.

Tags:

Comentários