“A Acisa tem um olhar macro para a economia do estado, por isso envolvemos todos os segmentos”, diz presidente

Por Simone Chalub

No último dia 7, diretores executivos da Associação Comercial – Acisa, estiveram reunidos com o governador Gladson Cameli e com a equipe da Secretaria da Fazenda – Sefaz, para definições sobre o Refis – Programa de Regularização de Créditos decorrentes de débitos com tributos.

Na ocasião, empresários e equipe do governo alinharam uma proposta permitindo ajustar o Refis para que todos – do pequeno ao grande empresário acreano –, tenham condições de sair da inadimplência como a do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços, o ICMS, por exemplo, parcelando as dívidas em valores que serão possíveis de honrar.

O presidente da Acisa, Celestino Oliveira, disse que a Casa do Empresário não classifica segmentos, e representa associados de CNPJs do Comércio, Indústria, Serviços e Agronegócios.

“Realizamos várias reuniões e envolvemos todos os segmentos na composição do Plano de Recuperação de Crédito, proposta esta que foi enviada a Casa Civil. A Acisa representa não só CNPJs, mas todos os outros segmentos. Exemplo disso são os industriais, pois das 600 empresas que pagam voluntariamente para a entidade, parte delas são industriais. Nós, enquanto entidade, trabalhamos incessantemente em prol destes associados, evidenciando que pensamos na economia do estado de forma macro. A Acisa continuará zelando pelos interesses de toda categoria”, afirma.

Membros da diretoria executiva da Acisa concordam que existe a necessidade de que governo e a classe empresarial evoluam, buscando alternativas para sair da crise econômica que o estado se encontra.

“Fomos bastante cautelosos na composição da proposta do Programa de Regularização de Crédito. Reafirmo, que o olhar da Acisa é um olhar macro para a economia do estado, pois sabemos que uma vez elaborado este plano, com a legislação vigente no país, um novo projeto de recuperação de crédito levará pelo menos quatro anos para ser relançado”, finaliza Celestino.

Tags: ACISA A CASA DO EMPRESÁRIO Refis Estadual

Comentários